Home - Nacional - Regresso do calor leva IPMA a alertar para exposição à radiação ultravioleta

Regresso do calor leva IPMA a alertar para exposição à radiação ultravioleta

Vinte e duas regiões do continente, Açores e Madeira apresentam hoje risco alto de exposição à radiação ultravioleta, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na sua página na Internet. O IPMA considera os distritos de Aveiro, Beja, Bragança, Braga, Castelo Branco, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Portalegre, Porto Santo, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viseu, Vila Real, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada apresentam hoje risco alto de exposição à radiação ultravioleta (UV).

Para as regiões com níveis altos, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protector solar. A radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, sendo que o índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, com onze.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade até ao meio da manhã, persistindo no litoral norte e centro até ao início da tarde e períodos de chuva fraca no litoral das regiões norte e centro até ao meio da manhã.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco predominando de noroeste, soprando moderado no litoral oeste, em especial durante a tarde e a sul do Cabo Carvoeiro, sendo moderado a forte nas terras altas e subida de temperatura, sendo mais acentuada da máxima nas regiões do interior norte e centro.

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Mais 39 detenções e 649 estabelecimentos fechados devido às medidas do estado de emergência

“Até ‪às 18h00 de hoje, foram detidas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e …

Crédito Agrícola dá moratória de um ano para famílias e empresas

Depois da Caixa Geral de Depósitos (CGD), BPI e Santander, o Crédito Agrícola também decidiu …