Home - Destaques - Restauro em Oliveira do Hospital “não cumpre” critérios

Restauro em Oliveira do Hospital “não cumpre” critérios

A Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal (ARP) considerou hoje, numa carta aberta, que a intervenção efetuada no Santuário da Nossa Senhora das Preces, em Oliveira do Hospital, “não cumpre claramente os critérios fundamentais” do restauro.

De acordo com o presidente da ARP, Rui Pedro Borges, que assina a carta, a intervenção realizada por Miguel Vieira Duque em 13 esculturas do santuário evidencia “uma ausência total do respeito pelo valor original e único de todo e qualquer bem cultural”.

No documento, o presidente da associação afirma que o restauro “é contra os princípios essenciais do código deontológico que rege a profissão”.

lusa.pt

LEIA TAMBÉM

Arrancou a quarta fase do projecto Sistema Integrado de Videovigilância para a Prevenção de Incêndios Florestais

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra realizou, hoje, uma visita à torre do …

Tábua aposta na ciclovia

A Câmara Municipal de Tábua está a realizar uma intervenção que na Avenida Dr. Castanheira …