Home - Destaques - “Resultados obtidos pela CDU confirmam que existe e que é concretizável uma alternativa política e programática”

“Resultados obtidos pela CDU confirmam que existe e que é concretizável uma alternativa política e programática”

Em comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com, a CDU de Oliveira do Hospital regozija-se com a “nova avançada” alcançada nas eleições europeias realizadas no último domingo.

Comparando com os resultados obtidos em idênticas eleições em 2009, a CDU sublinha o aumento do número de eleitos – passa de 2 para 3 deputados – de percentagem e do número total de votos, pese embora, “o quadro de aumento record de abstenção”. “Estes resultados obtidos pela CDU confirmam que existe e que é concretizável uma alternativa política e programática. Com a CDU há esperança num futuro melhor”, refere em comunicado, João Dinis, o porta voz da CDU no concelho de Oliveira do Hospital.

Ao mesmo tempo que enaltece a “avançada” conseguida pela CDU, João Dinis debruça-se sobre o resultado conseguido pelo PSD e CDS/PP e que considera como “o pior de sempre e em todos os parâmetros: número total de votos, número de deputados eleitos (passam de 10 para 7) e percentagem”. “Assim, registam uma estrondosa derrota que deve ter as correspondentes consequências políticas com a demissão deste Governo”, refere em comunicado.

Quanto à força mais votada, a CDU lembra que “o PS vence as eleições mas tem a menor vitória de sempre em que supera “pouco” – tem mais apenas cerca de 4% – a coligação PSD e CDS/PP e elege mais um deputado que em 2009, passando de sete para oito. “Aliás, juntos, PS mais PSD mais CDS/PP – os partidos da malfadada tróika – têm o pior resultado de sempre”, frisa João Dinis, considerando de igual modo que “a vitória pouco expressiva do PS também demonstra que este partido, sozinho, não é alternativa política à direita “pura e dura”.

Atendendo à “subida” da CDU em Oliveira do Hospital – “PSD e CDS/PP perdem quase 1500 votos comparativamente a 2009”, frisa – no distrito de Coimbra e no país, passando “para a 3ª força política”, João Dinis está certo de que “a estrondosa derrota do PSD e do CDS/PP acentua o indisfarçável isolamento político e social do actual governo que perde, assim, qualquer réstia de legitimidade democrática para continuar a (des)governar o país e a aplicar o programa de desastre nacional promovido pelas tróikas”. O porta voz da CDU defende por isso a “demissão do governo e convocação de eleições antecipadas”. “É exigência democrática que se faz ao presidente da República”, remata.

LEIA TAMBÉM

A angústia de um produtor oliveirense de queijo Serra da Estrela DOP que pondera abandonar a actividade no final do ano

O pastor Paulo Rogério é um dos maiores produtores de queijo da Serra da Estrela …

Um ferido grave em despiste no Carregal do Sal

Um homem, de 25 anos, ficou gravemente ferido após despiste do carro que conduzia em …