Home - Desporto - Sampaense venceu o Barcelos

Sampaense venceu o Barcelos

O Sampaense continua a somar resultados positivos. Na última jornada, venceu em Barcelos por 71-65. Valeu a inspiração ofensiva de Joel Almeida nos minutos finais do encontro que deu o mote para a reviravolta no marcador.

Nos primeiros 20 minutos nenhuma das equipas conseguiu superiorizar-se ao seu adversário, pelo que o intervalo chegou com o resultado a ser favorável, ainda que pela diferença mínima, à equipa visitante (35-34).

No recomeço da etapa complementar, a equipa de Barcelos que conseguiu o apuramento para a final four da Taça Hugo dos Santos, entrou decidida a dar continuidade ao ciclo de vitórias que vinha a atravessar. Quatro eram os pontos de vantagem da equipa barcelense à entrada do derradeiro período (54-50), um resultado que deixava tudo em aberto para os últimos 10 minutos.

Até meio do 4º período os comandados de José Ricardo Neves continuaram no comando do marcador (59-56), mas seis pontos consecutivos, um triplo e três lances-livres resultantes de uma falta sofrida num lançamento de 3 pontos, de Joel Almeida davam a liderança aos visitantes (62-59). E seriam dele os quatro seguintes empurrando o Sampaenese para uma brilhante vitória.

A equipa de Barcelos pagou a fatura de alguns turnovers, bem como da falta de eficácia na exploração dos bloqueios diretos. Mérito do Sampaense na forma como parou as saídas bloqueadas da equipa adversária, por vezes recorrendo às trocas defensivas, o jogo interior do Barcelos com situações de 2×1 e o desempenho que teve na tabela defensiva. O Barcelos nunca desistiu tentando sempre com transições rápidas conseguir cestos sem que o relógio andasse, mas a eficácia da linha de lance-livre dos forasteiros não permitiu que o resultado sofresse alterações.

O extremo do Sampaense, Joel Almeida (24 pontos e 4 ressaltos) foi o simultaneamente o MVP, com 24 de valorização, e melhor marcador do jogo. Hélder Carvalho (13 pontos, 4 ressaltos, 4 roubos de bola e 3 assistências), Jovonni Shuler (12 pontos, 8 ressaltos e 5 roubos de bola) e Eky Viana (8 pontos e 8 ressaltos) secundaram muito bem a prestação do seu companheiro, tendo sido igualmente decisivos no sucesso da equipa.

O extremo Rui Coelho, com 18 pontos, foi o melhor marcador do Barcelos, ainda que tenha sido Marco Loncovic (12 pontos, 5 ressaltos, 3 assistências e 3 roubos de bola) o mais valorizado do conjunto minhoto. Mas nem com o contributo de Nikola Tadic (11 pontos e 6 ressaltos) os barcelenses conseguiram colar-se aos segundos classificados.

fpb.pt

LEIA TAMBÉM

“José Carlos Alexandrino está na lista negra da Caixa Agrícola”

O candidato da coligação do PSD/CDS-PP disse hoje que o ainda presidente da Câmara Municipal …

Coligação candidata à CM de Oliveira do Hospital chama “mentiroso” a Francisco Rolo

A coligação “Unidos para Construir o Futuro” manifestou hoje “o seu total repúdio” por aquilo …