Home - Outros Destaques - “Santa Ovaia foi completamente ignorada na candidatura dos ‘Verbos dos Arguinas'”

“Santa Ovaia foi completamente ignorada na candidatura dos ‘Verbos dos Arguinas'”

Os “Verbos dos Arguinas” foi a candidatura que o concelho de Oliveira do Hospital ao concurso das 7 Maravilhas da Cultura Popular, terminando em terceiro lugar na fase regional. A forma como decorreu a participação, porém, deixou alguma indignação em parte da população. O presidente da União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira foi um dos que não escondeu o desagrado pela forma como foi conduzido o processo. O autarca assegura que Santa Ovaia “foi completamente ignorada” nesta candidatura, apesar de ser um dos berços e uma das localidades mais representativas daquela linguagem. Acrescentando que nunca lhe ter sido dado conhecimento oficial, Bruno Amado lamenta ainda que o município apenas se tenha lembrado de Santa Ovaia para convidar o ex-presidente da junta de Freguesia, do PS, Licínio Neves, derrotado nas últimas eleições, para ir à apresentação da candidatura na RTP.

Presidente da União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira, Bruno Amado

“Santa Ovaia, a par de Nogueira do Cravo, está na origem deste dialecto e teríamos todo o gosto de apresentar gente que ainda trabalha a pedra e fala o dialecto”, referiu o autarca que não entende a razão da localidade e as suas gentes não terem sido “tidas, nem achadas” neste processo. “Não quero acreditar que seja pelo facto da junta ser de outra cor partidária [PSD] daquela [PS] que governa a Câmara. Mas será que foi já o lançamento da campanha eleitoral?”, questiona Bruno Amado. O autarca refere mesmo que oficialmente só tomou conhecimento da candidatura durante uma Assembleia Municipal. “Como representante de uma das duas localidades mais representativas de Os Verbos dos Arguinas, penso que a Junta de Freguesia devia ter sido informada oficialmente e poderia esta terra poderia ter dado o seu contributo”, disse, para concluir que isto nada tem a ver com a classificação final, o terceiro lugar.

Nas redes sociais também houve criticas à forma como foi apresentada a candidatura no programa da RTP. “A pior apresentação que se poderia ter visto na história de Oliveira do Hospital… Falaram três pessoas que não pertencem ao concelho e não tinham postura e nem carácter para falarem sobre os Verbos dos Arguinas”, podia-se ler no facebook de uma oliveirense.”Nem sequer se falou de Santa Ovaia, nem dos monumentos, nem dos livros, nem das origens, nem do cantar às pedras, etc. Houve muito empenho de retaguarda que não se concretizou hoje, na emissão. Estou triste, não por não terem ganho, mas porque foi pobre a nossa apresentação/representação!”, frisou outra.

Entretanto, ontem, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital homenageou todos aqueles que trabalharam na candidatura numa cerimónia que decorreu pelas 18h00 nos Paços do Concelho. “Obrigado pela ajuda que deram na candidatura”, começou por referir o autarca que elogiou a vereadora da Cultura, Graça Silva, como “a grande dinamizadora desde o início” com o apoio da sua equipa. O autarca oliveirense recordou ainda o padre António Borges de Carvalho, que não esteve presente alegadamente por motivos de saúde, que “foi sempre um grande entusiasta” desta candidatura.  A vereadora Graça Silva confessou depois que o pároco foi quem teve a iniciativa de sugerir à Câmara Municipal a candidatura do dialecto ao concurso das 7 Maravilhas da Cultura Popular.

LEIA TAMBÉM

Filme sobre a Bobadela seleccionado para concurso na Croácia (ver o filme aqui)

O Centro Interpretativo de Bobadela é tema de um filme que tem por título “Splendissima …

Oliveirense é concorrente no “Big Brother – A Revolução”

O oliveirense Rui Figueiredo, empresário de 35 anos, é um dos participantes do programa da …