Home - Últimas - Seia exige ao Governo que continue a potenciar a infra-estrutura aeronáutica do concelho

Seia exige ao Governo que continue a potenciar a infra-estrutura aeronáutica do concelho

O Presidente da Câmara Municipal de Seia solicitou hoje ao Governo que “continue a potenciar a utilização dos equipamentos existentes em Seia, nomeadamente a sua infra-estrutura aeronáutica”. Luciano Ribeiro falava durante a recepção à Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, que se deslocou a Seia a convite do autarca, depois de presidir, no alto da Torre, à cerimónia de activação do dispositivo conjunto de protecção e socorro na Serra da Estrela (PONSE).

O autarca reiterou a disponibilidade da autarquia para continuar a colaborar com a Autoridade Nacional de Emergência de Protecção Civil (ANEPC) no âmbito do dispositivo nacional de combate a incêndios, entre outros e lembrou que se “encontram repostas as condições de segurança da pista e que o que importa é estamos focados no futuro”. Luciano Ribeiro lembrou que os investimentos que ali têm vindo a ser desenvolvidos de forma continuada e a localização estratégica, aliada a outros factores, justificam que o Estado valorize o papel de Seia no momento da afectação dos vários recursos.

Revelou ainda que, numa altura em que a autoridade de proteção civil se prepara para alterar toda a componente aérea, Seia irá posicionar-se para acolher uma parelha de bombardeiros médios (mais adequados para operar neste território) e um helicóptero permanente, que o distrito da Guarda não tem. Se essa janela de oportunidade se abrir a autarquia pondera avançar com a construção de um novo Heliporto, iniciando também a partir de hoje todas as diligências necessárias junto da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) no sentido avançar com o processo de certificação da pista do aeródromo da serra da Estrela.

O Presidente do Município reconhece que a localização estratégica do equipamento, por si só, não chega, mas condiciona a realização de novos investimentos naquela infra-estrutura à garantia do Estado ali alocar mais meios, recursos humanos, serviços e outras valências no quadro da protecção civil.

 

LEIA TAMBÉM

Casos de COVID-19 explodiram em Tábua: 251 novos casos em oito dias

O concelho de Tábua registou 251 casos de COVID-19 nos últimos oito dias e o …

Foi adjudicada, por 7,8 milhões, a requalificação do pavilhão 5 do Hospital da Guarda e ULS avança nos tratamentos oftalmológicos

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda anunciou hoje que foi adjudicada a empreitada …