Home - Últimas - Seia: prisão preventiva para suspeito de agredir militar da GNR 

Seia: prisão preventiva para suspeito de agredir militar da GNR 

Um homem de 56 anos, suspeito da prática dos crimes de homicídio tentado e de dano agravado, pela alegada agressão a um militar da GNR de Seia, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, foi hoje anunciado. Ministério Público, em comunicado publicado no seu ‘site’, refere que os factos remontam ao dia 13 de Maio e ocorreram em Seia.

O detido “tentou espetar uma lança no abdómen de um militar da GNR, que pretendia notificá-lo de uma decisão judicial”, segundo a fonte. A nota acrescenta que, “durante o confronto, o arguido que, para além da lança, se encontrava munido de um machado, provocou vários estragos na viatura policial em que aquele militar se fazia transportar”. Na sequência da detenção, o Ministério Público apresentou o arguido a primeiro interrogatório judicial e o juiz de Instrução Criminal decidiu aplicar-lhe a medida de coação de prisão preventiva.

O homem está “fortemente indiciado da prática dos crimes de homicídio tentado e dano agravado”. A investigação do caso prossegue a cargo da Polícia Judiciária sob direção do Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca da Guarda. Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda referiu à agência Lusa que o militar de Seia “sofreu pequenas escoriações”. “Necessitou de tratamento hospitalar, mas teve alta e manteve-se ao serviço”, acrescentou. A mesma fonte contou que “nada fazia prever a agressividade com que o homem recebeu e atacou a patrulha da GNR, porque se tratava de uma simples

LEIA TAMBÉM

Candidatura do PS em Celorico da Beira promete site para munícipes seguirem execução do programa eleitoral ao longo do mandato

A candidatura do Partido Socialista aos órgãos autárquicos do município de Celorico da Beira, representada …

Condutor interceptado a circular em contramão na A25

A GNR interceptou hoje um condutor de 66 anos que circulava em contramão na auto-estrada …