Home - Últimas - Sobreviveu às duas Guerras Mundiais, à Gripe Espanhola e aos 106 anos derrotou a Covid-19

Sobreviveu às duas Guerras Mundiais, à Gripe Espanhola e aos 106 anos derrotou a Covid-19

Connie Titchen tornou-se, esta quarta-feira, na mais velha pessoa do Reino Unido a conseguir recuperar de uma infeção causada pelo novo coronavírus, com 106 anos, segundo informações adiantadas pelo serviço nacional de saúde de país. A mulher, natural de Birmingham, nasceu em setembro de 1913, sobreviveu às duas Guerras Mundiais, à Gripe Espanhola e recebeu, agora, alta do City Hospital, onde permaneceu internada durante três semanas, vencendo o terrível COVID-19.

“Sinto-me muito sortuda por ter derrotado este vírus. Mal posso esperar por ver a minha família”, afirmou Connie Titchen, que deu entrada na unidade hospitalar com suspeitas de pneumonia, antes de testar positivo à Covid-19.

Uma das netas, Alex Jones, reforçou que a avó “teve uma vida muito ativa”, tendo praticado “dança, ciclismo e golf”, o que poderá ter sido um dos “segredos” para recuperar da doença que já matou milhares de pessoas em todo o mundo. “Penso que o segredo para a longevidade dela é ser fisicamente ativa e muito independente. Ela foi operada à anca em dezembro, e, passados 30 dias, estava a caminhar novamente. É verdadeiramente fantástica e sei que a família mal pode esperar por vê-la”, completou.

LEIA TAMBÉM

PJ desmantelou rede de tráfico de droga que actuava na Guarda e em Aveiro

Cinco homens e duas mulheres foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ), no final da semana …

NIC da Guarda deteve indivíduo em Celorico da Beira por cultivo de canábis

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda deteve na sexta-feira um homem de 31 …