Home - Últimas - Temperaturas vão aumentar gradualmente até ao fim da semana

Temperaturas vão aumentar gradualmente até ao fim da semana

As temperaturas deverão aumentar gradualmente nos próximos dias e voltar a valores normais para a época, anunciou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), depois de uma onda de frio invulgarmente prolongada e generalizada.

A previsão aponta para que nos próximos dois a três dias já haja um regresso aos valores normais da temperatura mínima e máxima do ar. Já hoje verificámos que alguns locais já tiveram valores de temperatura máxima próximos do que consideramos normal e a temperatura mínima também já subiu um bocadinho em grande parte do território continental. A tendência para os próximos dias é que os valores voltem aos normais para a época“, disse à Lusa o meteorologista Ricardo Deus.

Este tipo de fenómenos acontece frequentemente, não acontece é com esta intensidade e esta extensão tão grande em tempo e em espaço”, afirmou, acrescentando que com o regularizar das temperaturas, deverão também ser levantados os avisos de tempo frio até sexta-feira.

Na região de Lisboa, a partir de quinta-feira e até dia 22, a previsão é de máximas entre 14 e 17 graus e mínimas a partir dos oito graus na maior parte dos dias. Para Bragança, Beja e Aveiro também se preveem máximas acima dos 12 graus para o mesmo período, embora com algumas flutuações.

A onda de frio, caracterizada por uma “massa de ar frio e seco”, começou no dia 24 de dezembro de 2020 e nas últimas três semanas só houve um dia (28 de dezembro) com temperaturas mínimas próximas do normal para a época.

O dia mais frio verificou-se a 09 de janeiro, em que a temperatura média do território foi apenas de 2,98 graus centígrados e os valores de temperatura máxima foram os mais baixos dos últimos 20 anos nas estações da Guarda, Aldeia do Souto, Lousã e Portel.

LEIA TAMBÉM

PJ faz buscas em Gouveia e Viseu na operação “Trapos”

A Polícia Judiciária, em equipa mista com a Direcção de Finanças do Porto, realizou uma …

Multas por falta de inspecção aumentam 90 por cento

As multas por falta de inspecção periódica obrigatória aumentaram 90 por cento nos cinco primeiros …