Home - Últimas - Testes permitem “reforçar medidas de prevenção” e “dos 255 novos casos em Lisboa e Vale do Tejo, 101 provêm da operação de rastreios”

Testes permitem “reforçar medidas de prevenção” e “dos 255 novos casos em Lisboa e Vale do Tejo, 101 provêm da operação de rastreios”

A ministra da Saúde, Marta Temido, esclareceu hoje que “dos 255 novos casos em Lisboa e Vale do Tejo, 101 provêm da operação de rastreios” que estão a ser realizados “na Área Metropolitana de Lisboa”. O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, por seu lado, sublinhou que os rastreios na região de Lisboa “têm propósitos específicos” e permitem “reforçar medidas de prevenção de riscos” em sectores específicos.

Os rastreios feitos apontam no mesmo sentido: o resultado dos casos positivos sobre o total de casos não é assim tão distinto do que é a norma na região”, “há uma uma maior incidência num sector, da construção civil”. “Testes permitem focar a nossa acção”, argumenta Duarte Cordeiro que diz que “se torna mais importante continuar na necessidade de respostas rápidas na identificação de um caso positivo”.

Sobre o número de novos casos no Norte (mais 54 doentes) e no Centro (mais 24 contágios), a ministra da Saúde também explicou que nem todos correspondem a pessoas infectadas nas últimas 24 horas. “Alguns correspondem a notificações que foram seguidas pelas autoridades de saúde mas não estavam registadas nas bases de dados”, sustentou a governante.  No país, após ter sido divulgado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) que, nas últimas 24 horas, foram registados mais 342 casos confirmados e cinco mortos associados ao novo vírus, em Portugal.

LEIA TAMBÉM

Militar ferido em colisão entre duas motas da GNR na A25 na Guarda

Duas motas da GNR da Guarda colidiram esta terça-feira de manhã na estrada A25 sentido …

Semana europeia da mobilidade assinalada com ciclismo nas escolas de Seia

O Município de Seia, a propósito da Semana Europeia da Mobilidade, e operacionalizada pela Associação …