Home - Outros Destaques - Turista quer calar sino de Aldeia das Dez e revoltou a população

Turista quer calar sino de Aldeia das Dez e revoltou a população

Uma turista sentiu-se incomodada com o sino da igreja da Aldeia das Dez, Oliveira do Hospital, a dar as horas pela noite dentro e apresentou uma queixa nas autoridades que poderá vir a interditar o som das do  sino durante o período nocturno. A população está revoltada e já se manifestou, garantindo que não é alguém que vai ali dormir uma noite ou duas que vai acabar com uma tradição centenária.

“Sempre cá tivemos o relógio a dar as horas durante toda a noite e ninguém se sentiu incomodada. Agora uma turista que veio cá passar uns dias, o relógio incomodou-a durante a noite e fez uma denuncia. O sino sempre cá esteve. Tenho uma avó com 90 anos e nunca se sentiu incomodada”, explicou Ana Dinis, uma habitante daquela localidade à Centro TV. A mesma opinião tem Adélia Oliveira. “Queremos  o sino. Não é uma senhora que vem aqui dormir uma ou duas noites que vai acabar com uma tradição centenária”, sublinhou também em declarações à Centro TV.

O sentimento, de resto, é generalizado e a população está unida na defesa do toque do sino durante a noite, até porque muita gente já segue o tempo através das badaladas provenientes da torre da igreja. A manifestação foi o primeiro sinal  de que não estão dispostos a abdicar daquela tradição. Na porta da igreja um panfleto resume o sentimento do povo: “Tantos anos a trabalhar, nosso velhinho amigo, agora querem-te calar, mas o povo está contigo”.

LEIA TAMBÉM

Cartaz do PS em rotunda de Oliveira do Hospital causa polémica e há quem o considere um perigo para o trânsito

Um “outdoor” enorme do candidato do PS à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital colocado …

“Há muitos que são obrigados a fazer limpezas e nem têm dinheiro para comer e no domínio público continua tudo maioritariamente abandonado”

Fernando Tavares Pereira considera que o poder central e as autarquias têm de tomar uma …