Home - Outros Destaques - UF de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira aguarda desde 2018 resposta da Câmara a abaixo assinado para reabilitar abastecimento de água e instalar saneamento básico

UF de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira aguarda desde 2018 resposta da Câmara a abaixo assinado para reabilitar abastecimento de água e instalar saneamento básico

A população da União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira vão desesperando com as constantes falhas no abastecimento de água às localidades daquela freguesia. Os moradores estão como que rendidos. O presidente da junta de freguesia já perdeu a conta às vezes que reclamou junto do município. Bruno Amado acusa a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital de ter responsabilidade em toda esta situação. Nem sequer, sublinha, respondeu a um abaixo assinado (em Outubro de 2018) da população a pedir para se aproveitarem as obras de repavimentação da EN 230, realizadas pelas infra-estruturas de Portugal, para reabilitar a rede pública de abastecimento de água e instalar saneamento básico em Ribeira de São Tiago e parte de Vila Pouca da Beira.

Bruno Amado, um dos poucos eleitos pelo PSD no concelho, em 2017, conta ainda que contactou a empresa do Estado e que esta mostrou total abertura para colaborar, desde que o município estivesse disposto a fazer as intervenções necessárias. Apesar dos seus esforços, o autarca assegura que a Câmara Municipal nunca deu resposta ao pedido das pessoas. Tanto àquelas que frequentemente ficam privadas do abastecimento de água, como às que não têm sequer saneamento básico.

“Agora de tempos a tempos têm de ir abrir mais um buraco na EN 230 para reparar a conduta que está envelhecida, ainda este mês falhou. Já vão pelo menos em 19 desde que a estrada foi repavimentada”, continua Bruno Amado, frisando que é uma vergonha em pleno século XXI existirem localidades sem saneamento básico. “Estamos em 2021, isto não se pode classificar de outra forma que não seja vergonha”, lembra, salientando ainda que a ausência destas obras terá também a ver com o facto da junta (PSD) não ser da cor do executivo da Câmara (PS). “O presidente terá dito que a obra apenas não era feita por essa razão”, frisa.

Bruno Amado elogia, ainda assim, o esforço de José Carlos Alexandrino na reparação daquela via nacional. “Mal tal como se empenhou dessa forma, juntamente com outros presidentes, também devia ter em conta que esta população é do seu concelho e merece um tratamento igualitário. É verdade que votaram maioritariamente para a junta de Freguesia [maioria absoluta] no PSD, mas para a Câmara até votaram nele”, conclui.

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital com quatro novos casos de COVID-19

O Município de Oliveira do Hospital registou nos dois últimos dias quatro novos casos de …

Fernando Tavares Pereira denuncia risco de desaparecimento do Centro de Exames de Tábua depois de receber pedido de ajuda

O Candidato à Câmara Municipal de Tábua, Fernando Tavares Pereira, denunciou ontem, que o  Centro …