Home - Últimas - Um homem de Coimbra é dado como morto pelo Estado e fica sem acesso a medicamentos

Um homem de Coimbra é dado como morto pelo Estado e fica sem acesso a medicamentos

Mário Silva, de 68 anos, residente em Coimbra, descobriu que está dado como morto pelo Serviço Nacional de Saúde, avança a CMTV. O utente descobriu o seu estatuto perante o Estado quando o médico lhe tentou prescrever uma receita e o sistema não permitiu, apresentando a indicação de “utente falecido”. Está morto para o sistema, mas desconhece como tal aconteceu.

“Sou diabético, tenho problemas de tensão arterial e preciso de medicamentos para estabilizar a minha patologia, mas, como estou morto, o médico não consegue passar a receita”, lamenta o utente. Mário Silva referiu à CMTV que as consequências possam ser ainda mais graves, como o corte da reforma. O jornal Correio da Manhã conta a totalidade da história.

Foto: CMTV

LEIA TAMBÉM

Arganil inaugurou nova Zona de Lazer de São Martinho da Cortiça com vista sobre a Serra do Açor

Arganil inaugurou ontem a nova Zona de Lazer de São Martinho da Cortiça, um espaço …

Homem que abusou sexualmente de criança em Viseu fica em preventiva 

A Polícia Judiciária deteve um homem pela presumível prática, reiterada, de crimes de abuso sexual …