Home - Últimas - Variantes da COVID-19 que estão a surgir nos Estados Unidos podem evitar a resposta do corpo às vacinas

Variantes da COVID-19 que estão a surgir nos Estados Unidos podem evitar a resposta do corpo às vacinas

Depois de investigadores da Universidade da Califórnia, em São Francisco, terem manifestado a sua preocupação com o nível de fatalidade de uma nova estirpe da COVID-19 – a variante californiana ou B.1.427/B.1.429, investigadores de genómica batizaram agora uma outra variante de B.1.526. Esta parece evitar, de certa forma, a resposta do corpo às vacinas, e está a tornar-se cada vez mais comum, enquanto a primeira, segundo estudos laboratoriais, será “pelo menos 40 por cento mais eficaz a infectar células humanas”.

Esta variante está actualmente a manifestar-se em pessoas em diversos bairros da cidade de Nova Iorque, e está simultaneamente a “propagar-se no nordeste”, reporta um artigo publicado no jornal The New York Times. “Observamos um aumento constante na taxa de detecção do final de Dezembro para meados de Fevereiro, com um aumento alarmante para 12,7 por cento nas últimas duas semanas”, escreveram investigadores do Columbia University Medical Center, num artigo que ainda não foi publicado.

A B.1.526 que está a assolar Nova Iorque é última de um número crescente de variantes virais que surgiram nos EUA, que até ao momento teve mais casos de coronavírus – 28 milhões – do que qualquer outro país e onde a propagação ainda é intensa.

LEIA TAMBÉM

Novo executivo de Penacova avança com concurso público urgente para reparar deslizamento de terras

O novo executivo do município de Penacova decidiu ontem, na sua primeira reunião do mandato …

médicos

Utentes de Nelas exigem reabertura da urgência e melhores serviços de saúde

Uma centena de utentes do centro de saúde de Nelas exigiu hoje a reabertura das …