Home - Opinião - Viajar no tempo – O nosso ecossistema. Autor: Fernando Tavares Pereira

Viajar no tempo – O nosso ecossistema. Autor: Fernando Tavares Pereira

 

Hoje visitei as margens do Mondego, onde realizei um piquenique. Não é fácil arranjar uma local limpo para realizar um pequeno manjar… Não tenho palavras. Vi pequenos povoados habitacionais junto às margens do Rio Mondego onde as pessoas investem centenas de milhares de euros, onde tudo se encontra sem qualquer limpeza de matos, sem manutenção de eucaliptais ou pinhais.

Como é possível, que após tantas catástrofes ocorridas com incêndios há poucos anos, as autoridades locais e nacionais não se preocupem no mínimo com a limpeza das bermas dos caminhos e estradas públicas. Aliás são alguns privados que ainda vão limpando no meio deste mosaico descontrolado… Como podemos usufruir das águas do Mondego, quando a água se encontra completamente verde e sem qualquer monitorização. Penso até que, com tanta alga na água, a mesma poderá não estar em condições de permitir banhos?
.
Também no acesso às margens do rio Mondego verifiquei muitas passagens que antes eram públicas agora são privadas. Em caso de emergência nem os bombeiros, nem a protecção civil têm acesso às propriedades e à própria água. As autarquias ou não sabem o que se passa ou fazem que não sabem para anestesiar a população que recorre à água deste rio para diversas utilizações…
.
Mas onde estão os apoios que anunciam para a limpeza dos leitos dos rios, da manutenção florestal, enfim, para as nossas terras…?

 

Autor: Fernando Tavares Pereira

LEIA TAMBÉM

Será que acontece: ”Volta, Companheiro tresmalhado! Estás perdoado!”. Eleições Autárquicas à vista… Autor: João Dinis

Lembram-se ?  Quando Francisco Rodrigues, até então um operativo activista do PPD/PSD concelhio, foi “contratado” …

Incêndio na freguesia de Meruge em fase de conclusão

O incêndio na freguesia de Meruge, concelho de Oliveira do Hospital, já se encontra em …