Home - Opinião - Viajar no tempo – Visita ao património abandonado da minha freguesia. Autor: Fernando Tavares Pereira

Viajar no tempo – Visita ao património abandonado da minha freguesia. Autor: Fernando Tavares Pereira

 

Vídeo da Ponte Romana de Sumes

Ao tentar visitar o mais antigo património (classificado) da freguesia de Midões seguindo as indicações no terreno, qual o meu espanto ao tentar por três percursos diferentes, numa viatura todo o terreno, não conseguir chegar ao local que ia visitar. Deixei a viatura e fiz o resto do percurso a pé. Com o auxílio de um cajado improvisado e muita criatividade lá consegui aceder a um dos locais que, provavelmente, há mais anos conheço na minha vida.

Nunca pensei com a minha idade tenra de 10/11 anos que aquela ponte que hoje vejo é romana. Tem mais de 2000 anos. E, há mais de 50 anos, andei por ali a colher resina que sustentava a nossa e muitas famílias das redondezas. O meu lamento é que este e diverso património da nossa região, apenas apareça em algumas publicações turísticas e em placas informativas, porque no terreno, conforme podem ver, dificilmente algum turista ou visitante consegue acedera estes monumentos.
.
Seguindo com o Cajado até ao Abrigo do João Brandão, fiquei realmente cansado com o atribulado percurso. Tenho dúvidas se conseguiriam inaugurar por ali alguma lápide alusiva a tal figura emblemática de Midões, da região e da história de Portugal.  Se ele cá voltasse hoje, será que os políticos actuais o receberiam em festa?

 

Midões foi sede concelho desde 1514 a 1853. Como esta Vila existem muitas outras pela Região que, com as reformulações geográficas e políticas, na sua maioria, têm sido esquecidas, assim como o seu património. Lamentavelmente.  Existe na região um património por classificar e preservar muito valioso. Na terra onde eu nasci, por exemplo, existem algumas sepulturas, que, dizem os nossos antepassados serem do tempo da Idade do Ferro. E se queremos pessoas no interior a visitar as nossas terras, também lhe temos de dar a conhecer o que temos e as nossas origens.

Autor: Fernando Tavares Pereira

LEIA TAMBÉM

O invejado beirão do Big Brother – A revolução. Autor: Nuno Tavares Pereira

Não falaria do assunto caso não fosse importante. O Rui Pedro está no Big Brother …

E T A R  em  Vila Franca da Beira em idade “de reforma” ?… Autor: João Dinis.

Exmª Senhora Presidente da Assembleia de Freguesia (AF) da União de Freguesias de Ervedal e …