Home - Últimas - Vila Nova de Poiares desvia 500 mil euros das festas para reforço do  apoio social e económico

Vila Nova de Poiares desvia 500 mil euros das festas para reforço do  apoio social e económico

O Executivo Municipal de Vila Nova de Poiares aprovou na última reunião de Câmara uma revisão orçamental de forma a poder reforçar dotações das rubricas necessárias para prestação de apoios sociais e económicos de forma a mitigar ao máximo os efeitos decorrentes da pandemia. O documento foi aprovado com os votos favoráveis dos quatro membros do PS e a abstenção da vereadora do PSD.

O Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques,  citado pelo jornal Notícias de Coimbra, referiu que “com esta revisão será possível canalizar verbas que estavam afetas a outras rubricas e que não vão ter execução, como é o caso, por exemplo, da Poiartes e do apoio às Festas de Nossa Senhora das Necessidades, e que serão integralmente encaminhadas para o reforço das rubricas de apoios sociais e económicos”.

O mesmo responsável sublinhou a importância deste reforço face à grande imprevisibilidade que o futuro e o período pós-pandemia possa trazer a nível social e sobretudo económico, com o impacto no setor empresarial. Estão já previstos mais de 500 mil euros para medidas de apoio social e económico, não só à população, como também ao tecido empresarial, contemplando também a aquisição de equipamento de proteção individual e material de limpeza e desinfeção COVID-19, custos sociais da redução das tarifas de água e saneamento durante o período de confinamento, mas também as medidas sociais de apoio aos setores mais vulneráveis como os mais idosos e ainda as medidas de apoio ao comércio local na retoma e reabertura dos seus espaços e consultadoria para readaptação dos seus negócios.

“A nossa principal preocupação é a saúde e bem-estar das pessoas e não poupamos esforços, contando naturalmente com o trabalho excecional que está a ser desenvolvido por todos os parceiros da rede social local, desde as Juntas de Freguesia, a RLIS, CLDS, a Segurança Social, Centro de Saúde e as várias IPSS’s, procurando responder a todas as situações de vulnerabilidade que se vão identificando”, afirmou.

LEIA TAMBÉM

Um ferido grave em despiste no Carregal do Sal

Um homem, de 25 anos, ficou gravemente ferido após despiste do carro que conduzia em …

Rui Rio acredita na conquista da CM de Oliveira do Hospital e Francisco Rodrigues fala em “dinâmica de vitória irreversível”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital é uma das autarquias que o presidente do …